• Clínica Vive La Vie

Queda de cabelo? Saiba quando é preciso se preocupar!


Você sabia que a queda capilar faz parte da nossa natureza e a estimativa é que caiam cerca de 50 a 100 fios de cabelos por dia? Uau! 😮 Imaginava que eram tantos assim?🤔 Mas, afinal, o que causa essa perda? 🤔 🔹 Nos homens ➡ Em geral, são os mais afetados pela calvície ou, como a chamamos na medicina, Alopecia androgenética (tipo mais comum), ou seja, aquela queda de cabelos que provoca o aparecimento de “entradas” e a redução do volume dos fios, em uma condição hereditária.


Segundo pesquisas, as estatísticas apontam que cerca de 80% dos homens com mais de 21 anos de idade já apresentam sinais de Alopecia, enquanto que, após os 40 anos, 50% deles possuem a região da parte superior do crânio sem fios.


O problema é marcado pela perda progressiva dos fios de cabelos nas "zonas de entrada" e, no caso deste tipo de alopecia, a origem pode envolver até mesmo uma série de fatores hormonais reduzindo os folículos pilosos.


▪ Mas o que essa redução pode causar?


Neste caso, as membranas do couro cabeludo tornam-se mais rígidas e as glândulas sebáceas alteram-se, fazendo com os novos cabelos nasçam bem mais frágeis e finos, desencadeando a Alopecia androgenética.


Já a Alopecia areata, aquela que pode ocorrer na maioria das pessoas ao longo da vida de forma progressiva ou repentinamente. Outra característica bem marcante são as regiões onde ela se manifesta: ➡ nas zonas mais arredondadas e/ou ovais do couro cabeludo.


Há casos em que a Alopecia areata pode causar até mesmo a perda total de todos os pelos do corpo, inclusive os cílios e sua origem engloba fatores que vão desde a tendência genética aos quadros de estresse. Atenção: ➡ Quando a perda de cabelos é mais acentuada, pode ser o indicativo de algum problema de saúde grave. É importante ter em mente que cada corpo reage de uma forma diferente, então somente um médico pode identificar e afirmar se realmente há alguma doença interferindo ou não.

🔸 Nas mulheres ➡ A queda capilar também é uma queixa frequente e, quando patológica, pode ter várias origens, como doenças da tireoide, deficiência de ferro, amamentação, doenças infecciosas e autoimunes, entre outras. Além disso, o estresse físico e/ou emocional relacionados ou não à uma experiência traumática, pode desencadear o quadro de alopecia areata. Em casos “normais”, as quedas são temporárias: os fios passam a cair devido à mudanças hormonais ou no metabolismo, como podem ocorrer durante a gravidez ou parto, devido à irregularidade no uso de pílulas anticoncepcionais e também na menopausa.

🔹🔸 As quedas causadas por medicamentos, a queda capilar pode atingir tanto o universo feminino, quanto o masculino. São os casos das sessões de quimioterapia, remédios para artrite, depressão, problemas cardíacos e até de pressão alta.



Procure um dermatologista e faça um bom acompanhamento médico para controlar a Alopecia. E você, conhece alguém que sofre desses sintomas?

12 visualizações