• Clínica Vive La Vie

NÃO CONSUMIR LEITE E DERIVADOS PODE COMPROMETER A SAÚDE ÓSSEA?


Manter uma boa saúde óssea não deve ser uma preocupação apenas de idosos, mas também de jovens, já que ao ingerirmos uma quantidade insuficiente de Cálcio, nosso organismo busca compensar essa carência.


Isso ocorre através da reabsorção excessiva do Cálcio dos ossos do corpo causando redução da massa óssea e, consequentemente, aumentando o risco de fraturas.


Pesquisas demonstram que a falta de medidas preventivas a longo prazo, faz com que após os 50 anos, homens e mulheres desenvolvam quadros de Osteoporose (e a proporção não é pequena!): 1 em cada 5 homens e cerca da metade das mulheres podem ser acometidas pela doença.

Veja 2 hábitos para começar hoje e já cuidar da saúde óssea de amanhã:


🔸 Exercícios Físicos - Como o músculo está ligado ao osso através dos tendões, estes fazem uma pressão maior no osso na hora da atividade. Naturalmente, a estrutura óssea passa a se adaptar e se fortalecer aumentando a sua massa óssea com maior absorção de minerais (cálcio e fósforo), para aguentar essa pressão.


🔸 Alimentação balanceada - No caso de quem precisa cortar ou reduzir o consumo de laticínios, é possível manter a saúde óssea a partir de outros alimentos que atuam como seus substitutos nutricionais, como:


▪ Peixes como sardinha, salmão: fornecem cálcio, fósforo, magnésio, vitamina D e proteína;


▪ Fígado, óleo de fígado de bacalhau: fontes de vitamina D;

▪ Gergelim - fonte de cálcio, magnésio e fósforo.


▪ Verduras de folhas verdes - brócolis, couve manteiga, repolho, mostarda, folha do nabo: ricas em Cálcio e magnésio;


▪ Leguminosas (feijões, ervilha, lentilha, grão de bico) - contêm proteína e magnésio;


▪ Cogumelos em geral (paris, shitake, shimeji) - fornecem vitamina D;

⚜ Conte com o corpo clínico da Vive La Vie para manter sua saúde óssea em busca de uma longevidade saudável!